A informalidade, principalmente quando combinada a uma alta influência e boa capacidade de persuasão, pode potencializar o carisma e a capacidade de convencimento de uma pessoa. Estes atributos são, normalmente, muito valorizados no meio social e profissional, inclusive. São as pessoas mais desembaraçadas, publicamente mais flexíveis, com um bom potencial para serem “bons de palco” e o centro das atenções.
Leia mais

O coach pode ser visto como um condutor do coachee, seu cliente, porém, como uma pessoa poderá liderar bem outra, se não enxergar direito? Não ter clareza, pela inabilidade de compreender o outro, o ambiente no qual este se encontra, ou em como seu cliente sairá do estado atual, para chegar ao desejado, irá com certeza comprometer a capacidade do coach em atender às demandas do coachee. Essa situação pode ficar ainda mais comprometedora quando o coach nunca esteve aonde o coachee deseja ir, ou pouco entende quem ele é, e para onde deveria realmente ir.
Leia mais

Vivemos em um mundo onde, não raro, uma pessoa é avaliada como bem-sucedida quando é percebida ou julgada como melhor em relação às pessoas com quem está sendo comparada e/ou quando ostenta símbolos visíveis de poder, status, prestígio e sucesso. Ou seja, o critério, muitas vezes, não é comparar uma pessoa com o seu EU ideal, a pessoa que nasceu para ser.
Leia mais

Ao passar pela vida de uma pessoa, é importante que o coach tenha consciência de que a vida do coachee não será a mesma, depois de interagir com ele, independentemente da intensidade e do sentido das mudanças, positivas ou negativas. É importante para um coach ter claro, para si, se está nesta atividade para subtrair algo do coachee, ou para somar algo que lhe seja favorável e que deixe um legado positivo. Deixar uma herança positiva deveria ser um objetivo “sine qua non” para que um processo de coaching tenha início.
Leia mais

 

O primeiro paradoxo, talvez o mais importante, é levar alguém até onde nunca foi, porém, não entendo isso como um impeditivo absoluto. Um coach pode ter um repertório de conhecimentos, experiência e aprendizados que podem ser transferidos para o cenário trazido pelo coachee. Além de poder possuir uma clareza de pensamento para entender onde o coachee está e para onde ele pretende, ou precisa ir, identificando com facilidade os recursos necessários, etapas e a consequente viabilidade e o custo (em vários sentidos) da viagem. Outras dimensões, essenciais para que o coach se sobressaia, são as da inteligência emocional e da ética (se comprometer com o que pode fazer, por exemplo).
Leia mais

Jesus. Você já ouviu sobre Ele antes, leu sobre Ele, cantou sobre Ele. Você já refletiu sobre as contradições de Sua vida – como Ele é ao mesmo tempo Cordeiro de Deus e o Leão da tribo de Judá. Tanto Advogado quanto Juiz. Tanto Homem como Deus. Seus ensinos somente são simples e ainda assim os mais profundos de todos os tempos, porque, de uma forma simples e profunda Jesus se relacionava com as pessoas. Leia mais

Durante estes 10 anos de atividades com coaching, e após ler o livro do CEO, S.r. Mamoru Itoh, conclui que uma simples conversa usando o estilo coach gera reflexão, desafio e mudança na forma de encarar assuntos diversos. Um processo dura de 5 a 12 meses, e tem vários encontros entre coach e coachee. Nas conversas coach, assuntos pontuais podem ser tratados sem que isto esteja exatamente ligado a um processo. É isto que faz um Coach Interno, um RH formado e coaching ou um líder coach.
Leia mais

“Nem todos podem se tornar um grande artista. Mas um grande artista pode surgir de qualquer lugar”
Ratatouille

Repensar os rumos da vida profissional nos dias de hoje, esta se tornando uma necessidade cada vez mais presente na vida dos executivos e, muitos encontram nos processos de coaching uma ajuda efetiva nesses momentos de reavaliação.
Leia mais

(Como funciona o Coaching de Carreira para eles)

Muitas conversas, pesquisas, busca por algo que auxilie o jovem a escolher de uma forma mais segura, é uma preocupação constante das pessoas mais próximas a quem precisa decidir, geralmente com 17 anos, o curso /universidade que será base da sua carreira.

A Orientação Vocacional normalmente é a primeira e para muitos, a única opção conhecida que facilita esta decisão. Hoje converso com pais que desejam alternativas ou processos complementares visando que a escolha de seus filhos esteja fortalecida pelo autoconhecimento e em seus verdadeiros talentos.
Leia mais

1. Acredite que você nasceu para ter sucesso.
Todos nós nascemos com um propósito: deixar o mundo melhor quando irmos do que quando chegamos. Devolver ao mundo o que você faz de melhor pode ser sua missão de vida, deixar um legado positivo para o mundo. Pense nisso.
Leia mais