Business Coaching, a novidade do mercado

Chamado também como Coaching de Negócios, Coaching Corporativo ou Coaching Sistêmico, o Business Coaching é uma tendência internacional nos próximos anos. Mais do que desenvolver competências de um executivo, leva todo sistema corporativo a outro patamar. O coachee é a empresa. Este tipo de programa é a forma mais rápida de acelerar a mudança de cultura e de redistribuir responsabilidades, de forma que as pessoas tornem-se comprometidas com a mudança e com o desenvolvimento.

A diferença entre um consultor e um coach de negócios é que o segundo aplica a estratégia de mudança e faz emergir das pessoas a resposta, e elas passam a capitanear o projeto. O objetivo principal é executar a estratégia traçada com eficiência, de forma fluída e inteligente, evitar desperdício de recurso e tempo e potencializar resultados.
No Japão, o Coaching Sistêmico já é estrategicamente usado, com ROI calculado, e como caminho para reverter resultados negativos de negócio. É a forma mais consistente de acelerar o desenvolvimento e alinhamento dos líderes e de impactar o resultado dos negócios. No Brasil, temos 12 cases aplicados com 100% de sucesso. O aumento de produtividade em média aferido é de 46% em projetos, de 8 a 18 meses.

Líderes precisam entender seu papel e o impacto que suas atitudes causam no ambiente e nas pessoas. Treinamentos não funcionam com adultos e trazem poucos resultados na prática. Programas fragmentados não promovem unidade. Mais do que desenvolver competências é preciso recriar identidade, redesenhar a cultura, alinhar a liderança, potencializar talentos e equipes e criar um ponto de encontro único para que a organização passe de um patamar para outro.
Não acredito no desenvolvimento de uma peça de um sistema e sim na mobilização integrada de todo sistema. Esta é a proposta de um programa de Business Coaching.

Objetivo principal
• Promover percepções claras sobre o ambiente
• Alinhar líderes em diferentes níveis
• Relacionar atitudes de liderança ao resultado do negócio
• Criar formas positivas de lidar com diferentes situações
• Desenvolver competências comportamentais da liderança
• Melhorar a performance do sistema corporativo

Autora: Jaqueline Weigel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *