Segundo Fernandéz-Aráos, uma autoridade em liderança global, a caça a talentos esta na sua quarta era de existência nas organizações. A primeira era durou milênios. Durante milhares de anos os humanos fizeram escolhas uns sobre os outros com base em atributos físicos: o mais forte, o mais saudável, o maior. Leia mais

Ser feliz ainda é algo que gera muita confusão nos dias de hoje. Muita confusão entre o ter e o ser.

Pra ser feliz é preciso antes, discernir sobre os conceitos de felicidade.

Felicidade é um estado de espírito que requer  escolha e especialmente o autoconhecimento.
Leia mais

A análise de SWOT (strenghts, weaknesses, opportunities e threats), que em português pode ser chamado FOFA (forças, oportunidades, fraquezas e ameaças), tem seu desenvolvimento creditado a Albert Humphrey, em uma pesquisa na Universidade de Stanford.*

É uma ferramenta que pode ser utilizada para análise de cenários em empresas, ou mesmo para pessoas.
Leia mais

O resultado da Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2014 foi uma grande decepção não apenas para nós Brasileiros, mas para o futebol mundial como um todo, especialmente em função de dois fatos em particular: o choro de alguns jogadores na partida pelas oitavas de final contra o Chile e a goleada de 7×1 da Alemanha, que levantou dúvidas sobre a preparação emocional do time.

Fazendo uma breve avaliação, é possível identificar diferentes significados para o choro de nossa seleção.
Leia mais

É típico do mundo corporativo, questionar as novas metodologias de aprendizagem utilizadas pelas organizações ao longo do tempo.

Com certeza, podemos acrescentar o coaching a esses questionamentos.

Em que direção o setor esta indo? Será o coaching uma moda passageira? Como será a pratica do coaching no futuro?
Leia mais

A imagem de uma pessoa é composta de diversas influências do meio. Todos esses traços fazem parte da construção da identidade, o que chamamos de imagem adquirida, provenientes da família, amigos, trabalho, relacionamentos, entre outros.
Leia mais

Quando escolhemos qual caminho seguir profissionalmente, esperamos o melhor, no entanto, muitas vezes esta decisão é feita muito cedo (como a escolha da faculdade) e o resultado acaba por não gerar satisfação. Pesquisas demonstram que muitos profissionais ficam insatisfeitos por não terem o equilíbrio de vida desejado, sonhos de maternidade não realizados, pouco tempo destinado a vida pessoal, falta de atenção a saúde, cônjuges descontentes com o ritmo excessivo de trabalho do parceiro, crises com liderança… Enfim, chega um momento que precisamos refletir sobre todos os pontos que não atendem ao objetivo inicial.
Leia mais

78% das empresas estão em processo de mudança cultural. 50% falham. Gastam mais tempo, desperdiçam recursos e acabam perdendo profissionais talentosos. Estes são dados de pesquisas recentes, e as mudanças anunciadas há anos finalmente estão acontecendo.

O ponto crítico é que as pessoas em cargos diretivos pensam que estão prontas para capitanear esta mudança, mas os fatos mostram que não estão.
Leia mais

A razão principal pela qual empresas contratam coaches é desenvolver as competências de liderança de seus executivos. Ampliando o escopo, o coaching também é usado para acelerar o desenvolvimento de carreiras, corrigir problemas de desempenho, reter funcionários de alto potencial e gerenciar transições de cargo. Se considerarmos que o investimento nesse processo é considerável, é fácil entender porque as organizações se preocupam em medir o seu resultado. A busca pelo ROI com base em dados quantitativos é o maior desejo e desafio da área de Recursos Humanos, que na sua essência trabalha com metodologias consideradas subjetivas.
Leia mais

Quem nunca passou por um processo de mudança?

A nossa vida é assim uma espiral que segue a cada dia em busca de evolução, quer  queiramos ou não.

Muitas vezes esse processo de evolução e mudança é confundido com instabilidade.

Quem disse que você nasceu pra ser igual até morrer?
Leia mais